Agems terá sistema integrado com a SAD para programa de compartilhamento de compra de passagem rodoviária

Para implantar o Programa de Compartilhamento de Compras de Passagens no Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso do Sul, a Agems (Agência Estadual de Regulação) terá um sistema informatizado integrado à SAD (Secretaria de Administração). Isso permitirá que o novo modelo esteja alinhado com o sistema de compras do Governo do Estado, gerenciado pela Secretaria.

Na segunda-feira (3), o diretor-presidente da Agência, Carlos Alberto de Assis, e o diretor de Transportes, Matias Gonsales, receberam os representantes da SAD Edmilson Martins de Siqueira (Superintendência de Contratações Centralizadas) e Muriel Moreira (Secretaria-executiva de Licitações) para definir as próximas etapas de implantação do programa. Participaram também profissionais da área de Tecnologia da Informação e da Câmara Técnica de Transportes da agência reguladora.

“A comissão interna que criamos aqui na Agência para tratar das diretrizes do programa vai trabalhar em sintonia com o pessoal da Secretaria em cada etapa. A implantação do sistema, a regulamentação sobre a operação, os acessos para emissão de bilhete e todo o detalhamento de funcionamento precisa estar alinhado com o setor de compras”, destacou o diretor Matias.

Ampliação

O Programa de Compartilhamento de Compras de Passagens é uma inovação para reduzir custo e dar mais praticidade na aquisição de bilhetes, com desconto entre 10% e 20%. O projeto elaborado pela Agems foi instituído por meio de decreto do governador Eduardo Riedel no dia 7 de junho.

Além de avançar com a SAD nos procedimentos para implantação do sistema, a Agems também estuda a possibilidade de expandir o uso do programa para as linhas interestaduais e não apenas nas intermunicipais.

Outra ampliação que será avaliada é quanto à clientela do programa. Planejado para uso exclusivo de entidades públicas, podendo ser usado por órgãos do Governo Estadual, Federal e Prefeituras – a agência vai analisar a possibilidade de permissão para outras instituições e sindicatos classistas.

“Inovação é a palavra-chave. Esse é um programa que simplifica e barateia as viagens custeadas por entidades públicas. E já estamos considerando como ampliar ainda mais o alcance dessa iniciativa”, informa o diretor-presidente Carlos Alberto de Assis.

O programa vai baratear, por exemplo, a viagem de pessoas atendidas em programas sociais que precisem ir a outro município, o transporte de pacientes para tratamento em outra cidade e o deslocamento de servidores para trabalho em local diferente de onde moram.

Fonte: Agência de Notícias MS

Gizele Oliveira,  Agems

Fotos: Cleidiomar Barbosa 

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
82% 100% 5m/s 160deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS