Alckmin: percentual de álcool na gasolina pode aumentar para 30%

Investimentos em biocombustíveis serão de R$ 20 bi nos próximos 4 anos

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, disse hoje (4) que o governo considera aumentar o percentual de álcool na mistura com gasolina vendida nos postos, de 27% para 30%. 

“A ideia é passar para 30%. Vamos ter a gasolina mais limpa do mundo, além do carro flex, com etanol e gasolina”, disse Alckmin durante agenda em Passo Fundo (RS), onde participou do anúncio de construção de uma nova usina de etanol.

O aumento de combustíveis chamados limpos, de origem vegetal, já é promovida em combustíveis fósseis como o diesel, cuja mistura de biodiesel subiu para 12% em março. A previsão do Conselho Nacional de Política Energética, responsável por aprovar o aumento, esse percentual deverá chegar a 15% até 2026.

De acordo com a empresa Be8, que anunciou a construção da primeira usina de etanol no Rio Grande do Sul, o investimento será de R$ 556 milhões e a unidade deverá estar pronta no segundo semestre de 2025. Devem ser produzidos também farelos a partir do processamento de cereais como milho, e trigo.

Ao falar com jornalistas também anunciou o financiamento de até R$ 20 bilhões, pelos próximos quatro anos, para investimentos em biocombustíveis. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deverá ser a principal instituição financiadora, acrescentou o ministro.

Fonte: Agência Brasil

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
82% 75% 4m/s 170deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS