BOLETIM ECONÔMICO – Indústria volta a gerar novos empregos e setor de serviço segue liderando em contratações


A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT) divulgou nesta terça-feira (1º), o Boletim Economia Local referente ao primeiro semestre de 2023.

Além dos dados de fechamento do primeiro semestre de 2023, esta edição traz algumas novidades como os novos dados do Censo de 2022 e uma avaliação conjunta da inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do semestre, comparando os dados da inflação nacional e da capital, Campo Grande.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

Em Três Lagoas, o principal gerador de empregos nos primeiros meses do ano, seguindo o histórico recente, foi o setor de serviços. Com exceção de fevereiro, o saldo da criação de empregos foi positivo em praticamente todos os meses do semestre, com destaque para os meses de janeiro e junho, com saldo 15% maior do que no mesmo período de 2022.

A indústria é destaque também do setor neste período, após forte recuperação na geração de vagas. No primeiro semestre de 2022, o segmento ainda sofria os impactos dos reflexos da pandemia da Covid-19, que resultou em saldo de empregos praticamente nulo ao fim daquele período, entretanto, neste ano a indústria voltou a gerar empregos, sendo responsável pela geração acima de 21% das novas vagas na cidade, finalizando o semestre com um saldo de 307 postos de trabalhos.

Sendo assim, Três Lagoas fechou o semestre de 2023 na terceira posição no ranking dos municípios que mais geraram empregos no Mato Grosso do Sul neste período.

EXPORTAÇÃO

Quando se refere à exportação, Três Lagoas é referência no Estado, neste semestre mesmo apresentando uma ligeira queda de -1,6%, do que o resultado observado no ano passado, ainda assim, as exportações do Município foram expressivas e consistentes ao longo do primeiro semestre, totalizando mais de R$ 940 milhões de dólares em exportações.

Celulose e derivados de soja esmagada figuraram lideram os itens de produtos exportados. E a China continua sendo o principal parceiro comercial, acumulando 46,1% do destino das exportações da cidade. Em geral, Três Lagoas respondeu por 24,7% das exportações do Estado no semestre.

NOVIDADES DO BOLETIM

A partir de agora, o Boletim trará dados relacionados à inflação, que são variáveis conforme região. Mato Grosso do Sul, segundo o IPCA, possui indicador de inflação da categoria de Habitação 65% maior do que a média nacional.

O responsável pela compilação e análise dos dados do boletim, o administrador da SEDECT, Frank Morais, explica que a utilização dos dados de inflação baseados no indicador nacional pode ser limitado para avaliar a inflação à nível regional e local.

“A indisponibilidade de dados gerais sobre a inflação nos municípios dificulta uma análise mais realista dos preços. Os indicadores de inflação divulgados pelo Governo Federal refletem uma média nacional baseada nas capitais e grandes cidades do país. No entanto, ao examinarmos mais de perto os dados locais percebemos que a evolução dos preços se comporta de maneira muito peculiar ao longo das regiões”, informou.

PUBLICAÇÃO

Confira todas as informações na íntegra da 6ª Edição do Boletim Economia Local, referente ao 1º semestre de 2023, CLIQUE AQUI E VEJA O BOLETIM ECONÔMICO



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
77% 75% 5m/s 190deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS