CAGED: CAMPO GRANDE OCUPA 7º LUGAR ENTRE AS CAPITAIS NA CRIAÇÃO DE VAGAS DE EMPREGO

Dados do Caged (Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados) mostram que Campo Grande registrou saldo positivo de 1.011 postos de trabalho em maio, contra 749 em abril, figurando, em termos relativos, na 7ª posição dentre as 27 capitais – considerando o percentual de crescimento na criação de vagas de emprego em relação ao mês anterior. A alta de 0,45% foi impulsionada, principalmente, pelo setor de serviços, que absorveu a mão de obra de 467 trabalhadores.

O relatório do Caged aponta que Campo Grande segue apresentando índices expressivos na geração de emprego em 2023, em todos os cinco seguimentos econômicos. Considerando o saldo acumulado do período de janeiro a maio, Campo Grande criou 4.417 postos, representando 20% das vagas criadas no Estado de MS (21.922) neste período.

Atrás do setor de Serviços, responsável por criar 55% dos postos de trabalho do saldo total, a Construção apresentou saldo de 246 vagas no mês de maio, seguido do Comércio (166), Indústria (129) e Agropecuária (3). No acumulado do ano, o segmento Serviços tem saldo de 2.434 postos de trabalho, seguido por Construção (920) e Indústria (808).

A Coordenadora de Empreendedorismo e Observatório do Trabalho da Funsat, Catyuce Thays Silva de Lima, lembra que, em maio, a Fundação do Trabalho realizou um Feirão de Oportunidades com a participação de 31 empresas parceiras, de diversos segmentos, ofertando mil vagas, o que também contribui para esse salto positivo.

No feirão, que foi realizado em comemoração ao mês do Trabalhador, foram anunciadas oportunidades para 150 profissões, grande parte para unidades do setor de atacado, com a previsão de abertura de lojas no segundo semestre. “Além disso, durante o mês de maio, foram ofertadas quase mil vagas por intermédio da Fundação, sendo que 13% delas foram preenchidas por trabalhadores encaminhados, cerca de 130 colocados”, frisa Catyuce.

Ela acrescenta que, além do encaminhamento para o mercado de trabalho, a Funsat também contribui no sentido de qualificar os trabalhadores, aumentando o índice de contratação e a qualidade na mão-de-obra. “Em maio, a Escola de Qualificação Profissional ofertou 4 cursos em eixos temáticos que garantem ao trabalhador a expansão de conhecimentos e a possibilidade de inserção do mercado, dando melhores condições de participação nos processos seletivos a pelo menos 70 alunos que foram capacitados”.

Fonte: Agência de Notícias MS

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
13°C
88% 100% 5m/s 160deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS