Calorão faz mãe abanar filho com toalha em UPA sem ventilação

Pacientes que procuram atendimento médico no UPA Leblon passam o maior sufoco por conta do calorão que faz no local. Em alguns ambientes do prédio não há ventiladores e os ares-condicionados ficam desligados.

Mulher que acompanhava a filha de 4 anos e que prefere não se identificar, relata que na última sexta-feira (1°) precisou acompanhar a menina que foi tomar soro na enfermaria.

Ao chegar na sala, se deparou com um ambiente muito quente e com vários insetos que voavam ao redor das lâmpadas e que também incomodavam os pacientes que ali estavam.

Segundo ela, na enfermaria da unidade não há ventiladores e os ares-condicionados estavam todos desligados.

O calor na sala era tanto, que ela flagrou umas das mães abanando a filha com uma toalha para aliviar o calor que a criança estava sentindo.

“A sala estava muito quente, muitos bichos desse de luz no ambiente, era quase que impossível ficar lá, estávamos muitos incomodadas.

Ela disse que o atendimento da equipe de enfermagem e dos médicos que atendeu a sua filha foi muito bom, porém, a única observação é sobre o calor.

“Penso que a unidade deveria providenciar ventiladores, fazer a manutenção dos ares-condicionados ou providenciar outros. É muito gente no local, ambiente fechado e com isso o calor fica insuportável, além desses insetos de luz que também incomoda bastante as pessoas”, ressaltou a denunciante.

Reportagem entrou em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para comentar a situação e aguarda retorno.



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
21°C
46% 0% 5m/s 70deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS