Campo Grande registra queda no número de furtos no primeiro semestre de 2023

Em números gerais, são quase mil registros a menos que no ano passado.

O primeiro semestre de 2023 marcou a redução no número de furtos ocorridos em Campo Grande, conforme dados da Polícia Civil. Ao todo, foram quase 1.000 registros a menos em relação ao ano passado.

Conforme dados, em 2022 foram registrados nas delegacias de todas as regiões da Capital, 9.798 boletins de ocorrência de furtos nos seis primeiros meses do ano. Em 2023, o total caiu para 8.809.

A Polícia Civil destaca, ainda, que os números são relativos aos boletins de ocorrência realizados tanto on-line quanto presencialmente nas delegacias.

Caso – Apesar da queda nos números, casos de furtos ainda preocupam. Na noite desta quinta-feira (06), um advogado, de 34 anos, chegou em casa, no bairro Vila Nossa Senhora das Graças, na Capital, e se deparou com o portão de elevação arrombado.

Ao entrar na residência, notou que uma das motos que estavam na garagem, segundo ele avaliada em aproximadamente R$ 40 mil, não estava no local. Em seguida, encontrou a porta da cozinha também arrombada. 

Dentro do imóvel, o suspeito também arrombou outra porta que estava trancada, onde um rifle e uma espingarda de pressão estavam guardados. O advogado possui registro Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC) e as armas são registradas.

Para não ser identificado, o criminoso desligou as câmeras de segurança do imóvel e casas vizinhas não possuem sistema de monitoramento. A vítima desconfia que o armamento era alvo dos bandidos, pois outra motocicleta utilizada para fazer trilha, um carro que estava na garagem, bem como outros bens, como computadores, televisão e equipamento de som, não foram levados. O prejuízo estimado pelo advogado ultrapassa os R$ 50 mil.

O caso foi registrado na Depac centro como furto e segue sob investigação da Polícia. 

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
29°C
39% 0% 8m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS