Captação de água da chuva ensina alunos da Reme sobre economia e meio ambiente

Com dois reservatórios de 7 mil litros cada, a Escola Municipal Antônio José Paniago, localizada no Bairro Jardim Itamaracá, em Campo Grande, utiliza a água armazenada para limpeza da unidade, além do ginásio e ensina aos alunos sobre economia e preservação do meio ambiente.

A escola foi pioneira na cidade com a captação de água da chuva, tendo construído o sistema em 2009, por meio de calhas e coletores. A previsão de economia de água na escola com os reservatórios é em média 75%.

Segundo a diretora-adjunta, Denize Delucena Xarão, os reservatórios ajudam no dia a dia e na economia de água. “A limpeza do ginásio que fica no fundo da escola é feita com a água captada pela chuva, por meio de uma mangueira grande. A economia aqui com essa captação é grande e isso também é trabalhado com os alunos em sala de aula”.

A responsável pelo laboratório de ciências, professora Cintia Bezerra Possas, conta que os alunos do 3º ano estão desenvolvendo um projeto para construção de horta ao lado das cisternas. “Os alunos já pesquisaram sobre quais são as hortaliças que vamos cultivar e vamos plantar junto também espécies repelentes, que repelem lagartas, joaninhas, pragas que destroem as hortaliças, como couve, coentro, hortelã”.

Ainda conforme a professora, a horta será feita com caixas de madeiras, onde as merendas são entregues e usada a água captada da chuva para irrigação. “A gente ensina nossos alunos que com pequenas práticas e itens do nosso dia a dia, é possível fazer uma horta, fazer a irrigação com o que a natureza nos dá, que é a chuva”, explica Cintia.

A escola mantém ainda um local com plantação de alface e cebolinha, fruto da experiência dos alunos do 3º ano. Foram usados pneus reciclados para plantação, tudo com materiais recicláveis. A irrigação também é feita com a água das cisternas.

Manoel Santos, tem 8 anos e gosta de pesquisar sobre as larvas que podem dar nas folhas de alface. “Minha aula preferida é ciências, a gente aprende sobre a natureza, o meio ambiente, sobre como recuperar a água da chuva, é muito interessante”.

Já Camile Emilia Souza Campos, também de 8 anos, conta que gosta de plantar sementes e ver o processo de desenvolvimento da planta. “É muito legal ver o que você plantou, crescer e depois virar nosso alimento, esse processo é muito interessante”.

Ana Fabieli diz que neste ano aprendeu bastante com as aulas. “A professora fala sobre o meio ambiente, sobre como preservar e reciclar os itens que temos em casa”.

Fonte: Portal da prefeitura municipal de Campo Grande

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
10°C
87% 100% 4m/s 140deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS