Comitê do PNEFA debate ações de vigilância sanitária em busca do status de área livre de aftosa sem vacinação em MS

O Comitê Gestor do Plano Estratégico do PNEFA (Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa), vem atuando intensamente para desenvolver ações que irão projetar Mato Grosso do Sul a uma nova condição sanitária: como área livre de febre aftosa sem vacinação. Na manhã de hoje (03), os representantes do Comitê liderado pelo diretor-presidente da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal)  Daniel Ingold e o superintendente Federal de Agricultura (SFA/MS) do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) José Antônio Roldão discutiram junto com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico. Ciência, Tecnologia e Inovação (Semaadesc), Jaime Verruck, os avanços no programa. Também participaram da reunião, o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Rogério Beretta, o coordenador de Pecuária Marivaldo Miranda, técnicos da Iagro e do Mapa e representante da Famasul.

Secretário de Meio Ambiente Jaime Verruck, particiou com a equipe da Iagro e Semadesc da reunião sobre as ações de vigilância de febre aftosa

O diretor-presidente da Iagro, Daniel Ingold destacou que o objetivo do encontro foi expor e passar os resultados do acompanhamento e monitoramento da evolução do Planejamento Estratégico da IAGRO, e do Qual-SV (Programa de Avaliação da Qualidade e Aperfeiçoamento dos Serviços Veterinários Oficiais – Quali-SV) do Ministério, pelo SFA.
“Este monitoramento é feito a cada semestre. Então foi se passado ao Comitê o resultado desses trabalhos dos técnicos nas ações de vigilância sanitária animal”, salientou.
No encontro ainda foi debatido o calendário dos trabalhos de vigilância contra a doença. “Debatemos quais serão as estratégias que serão adotadas em sequência, já que a vacina foi retirada em 2022. Agora estamos caminhando para buscar uma certificação internacional de livre de aftosa sem vacinação, dado pela OMSA, Organização Mundial de Saúde Animal. Então o Ministério, através da SFA, passou todo o cronograma que vai ser feito daqui para frente, em relação às medidas que devem ser feitas pelo Ministério, para se levar isso para os órgãos internacionais”, concluiu.

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
34°C
43% 40% 5m/s 330deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS