Comunidade indígena de Sidrolândia recebe leite produzido por agricultores familiares e adquirido pelo Governo de MS

No município de Sidrolândia, 209 famílias indígenas começaram a receber leite produzido por agricultores familiares de Mato Grosso do Sul e adquiridos pelo Governo do Estado. A compra é realizada no âmbito do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) Leite, coordenado pela Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

O PAA é uma iniciativa do poder público voltada à segurança alimentar e nutricional e consiste na compra pública com dispensa de licitação de produtos da agricultura familiar. Em Mato Grosso do Sul, no ano de 2023, o PAA Leite vai atender 868 famílias nos municípios de Amambai, Dourados, Ponta Porã e Sidrolândia, que receberão, no total, 208 mil litros de leite durante 1 ano. Em Sidrolândia, as 209 famílias indígenas contempladas receberão 1245 litros de leite por semana, por 12 meses. Essa é a primeira entrega dos quatro municípios contemplados. A próxima entrega será em Dourados na segunda semana de agosto.

O PAA Leite integra o trabalho da SEAF/Semadesc (Secretaria Executiva de Agricultura Familiar, de Povos Originários e Comunidades Tradicionais). Os produtos são adquiridos a preços compatíveis com os valores praticados nos mercados regionais. Os produtos são distribuídos a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, a entidades, restaurantes populares, rede pública e filantrópica de saúde, educação e justiça.

“Os municípios de Amambai, Ponta Porã, Dourados e Sidrolândia foram os primeiros selecionados para participarem do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) 2023 que tem como foco a aquisição de leite. A distribuição do produto tem como prioridade as comunidades indígenas sul-mato-grossenses”, informou o secretário-executivo de Agricultura Familiar, de Povos Originários e Comunidades Tradicionais, Humberto de Mello, que participou na sexta-feira (28), da primeira entrega do PAA Leite às famílias indígenas de Sidrolândia, no CRAS Cascatinha.

O secretário Jaime Verruck, da Semadesc, lembra que o trabalho é realizado em conjunto com a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e com as administrações municipais. “Apresentamos o termo e adesão aos municípios de Amambai, Ponta Porã, Dourados e Sidrolândia para operacionalização do trabalho. Os fornecedores de leite foram selecionados de acordo com os critérios dos próprios agricultores familiares e têm a compra garantida pelo Governo, por meio do PAA, o que dá a eles uma segurança de renda. Aos indígenas, dá a segurança alimentar”, finaliza.

 

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
29°C
39% 0% 8m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS