Consultora do Prêmio Innovare avalia trabalho de magistrado na Capital

Nesta segunda-feira, 31 de julho, o juiz Cezar Luiz Miozzo, que comanda os dois ônibus da Justiça Itinerante na Capital, esteve no radar da consultora Rúbia Salah Ayoub, que veio a Campo Grande avaliar o trabalho do magistrado para o Prêmio Innovare. 

Em sua 20ª edição, o prêmio destaca e divulga as boas práticas jurídicas desenvolvidas por profissionais relacionados à justiça brasileira para seu aprimoramento, tornando-a mais acessível à população. Assim, para que Rúbia pudesse conhecer o trabalho do magistrado, ela acompanhou os atendimentos no bairro e conversou com algumas pessoas da população. 

Concorrendo na categoria JUIZ, edição 2023, Miozzo ingressou na magistratura sul-mato-grossense em fevereiro de 1991, na 2ª Circunscrição. Em dezembro do mesmo ano foi promovido para a comarca de Miranda, como juiz de primeira entrância. 

No dia 28 de novembro de 1996, uma nova promoção o levou para Naviraí, como juiz de 2ª entrância. Naquela comarca, foi diretor do Foro por mais de uma vez. Em novembro de 2001 foi promovido para o então Juizado das Moreninhas e, por permuta, em abril de 2003, foi removido para atuar nos ônibus da Justiça Itinerante.  Na Capital, foi designado várias vezes para integrar as Turmas Recursais. Foi diretor do Foro dos Juizados Especiais.

Titular da 8ª Vara do Juizado Especial – Justiça Itinerante, desde 2003, ele responde pelas duas unidades de atendimento que diariamente vão até os bairros afastados do centro e com grande número de moradores. Nos ônibus da Itinerante todo o atendimento é gratuito e prestado de forma rápida, fazendo valer os direitos da população, auxiliando e procurando solucionar suas pendências judiciais. Coordenada pelo juiz Miozzo, a assistência jurídica já conquistou à população. 

Saiba mais – Nesta 20ª edição do Prêmio Innovare o número de inscrições foi recorde, com a inscrição de mais de 2.000 práticas em todo o Brasil. Desse total, foram selecionadas 773 e, destas, a categoria que mais teve iniciativas selecionadas foi Justiça e Cidadania, com 183 práticas, seguida de Tribunal, com 179; Ministério Público, com 136; Juiz, 100; e Advocacia, 99.

Desde sua criação, em 2004, o Prêmio Innovare trabalha para identificar e colocar em evidência iniciativas que trazem inovações e contribuem para o aprimoramento da justiça. Ao todo, já foram premiadas centenas de práticas, em diferentes áreas da atuação jurídica.

Ressalte-se que, apesar dos esforços em se criar projetos e ações que resultem na solução das demandas da população, os problemas ainda existem e precisam ser enfrentados pela justiça brasileira. No Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul é perceptível o crescimento das iniciativas que buscam a efetividade da prestação jurisdicional.

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
28°C
34% 0% 4m/s 10deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS