Corinthians vai para jogo no Peru após impasse e temor de apedrejamento

Timão foi alertado sobre risco à segurança da delegação antes de jogo contra Universitario; clube rechaçou possibilidade de usar ônibus da polícia para ir ao estádio

O Corinthians viveu um impasse horas antes do jogo contra o Universitario, no Peru, nesta terça-feira, às 21h30, valendo vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Temendo a segurança de sua delegação, a diretoria alvinegra avaliou até mesmo não disputar a partida. Porém, ao final, optou por jogar.

O clube foi alertado pela polícia de Lima e por oficiais da Conmebol sobre riscos de apedrejamento ao ônibus da equipe no caminho ao estádio Monumental, o que não aconteceu. Segundo relatos colhidos pelo ge, o trajeto foi realizado de forma pacífica.

Uma solução apresentada pelas autoridades locais foi o uso de um ônibus da polícia, possibilidade rechaçada pela diretoria alvinegra. O Corinthians entendeu que, se tivesse de recorrer a tal proteção, seria um sinal de que não havia condições mínimas de segurança para a disputa do jogo.

O Timão já havia apresentado um ofício à Conmebol destacando as preocupações extracampo antes mesmo de embarcar para o Peru, na última segunda. O temor aumentou nessa terça-feira, na reunião de organização da partida.

O clima em Lima, capital do Peru, é de mobilização pela detenção por ato de racismo do preparador físico Sebastián Avellino. Isso envolve todo o clube e os torcedores na partida que será disputada no estádio Monumental. Todos os ingressos estão esgotados. Além disso, os jogadores entraram com faixa em apoio ao membro da comissão técnica em um jogo no fim de semana.]

Nas redes sociais, o Universitario emitiu um comunicado lembrando aos torcedores sobre as punições em caso de algumas atitudes durante a partida, como atirar objetos, invadir o campo e dizer palavras inapropriadas.

O Corinthians venceu o Universitario no jogo de ida por 1 a 0 e se classificará até mesmo com um empate nessa terça. O técnico Vanderlei Luxemburgo pretende poupar titulares, com exceção de Róger Guedes, que está suspenso da próxima rodada do Brasileirão, e viajou com a delegação.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
34°C
43% 40% 4m/s 340deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS