Desenrola Brasil: Ministério Público investiga sites falsos criados para aplicar golpes

Segundo o MPMG, criminosos criam sites falsos, com símbolos do governo e do Desenrola, e promovem anúncios nas redes sociais para atrair pessoas interessadas em ‘limpar o nome’.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) abriu uma investigação para apurar golpes online envolvendo o Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas lançado nesta semana pelo governo federal.

De acordo com o MPMG, os criminosos criam sites falsos, com símbolos do governo e do Desenrola, e promovem anúncios nas redes sociais para atrair pessoas interessadas em “limpar o nome”. Há ofertas de desconto de até 99%.

“Quando as vítimas clicam, são enviadas para sites fraudulentos, que se passam por governamentais ou negociadores de dívidas, para obter dados das vítimas ou até mesmo para aplicar golpes financeiros”, disse o promotor de Justiça Mauro Ellovitch, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate aos Crimes Cibernéticos.

Segundo ele, além do estelionato – em que a vítima acredita que está quitando a dívida com a instituição financeira, mas, na verdade está pagando ao criminoso –, as pessoas correm o risco de ter os dados pessoais, como nome, CPF, endereço e número da conta bancária, usados para a aplicação de outros golpes.

Imagem de site com falsa oferta de renegociação de dívidas pelo Desenrola Brasil — Foto: Reprodução

Há, ainda, o risco de contaminação do computador ou celular.

“Esses links podem conter arquivos maliciosos, que a gente chama de malwares. Quando a vítima clica, o criminoso assume o controle da conta de rede social dela ou até do próprio celular”, afirmou Ellovitch.

De acordo com o promotor, a primeira etapa das investigações consiste no monitoramento e na identificação dos sites falsos e perfis em redes sociais, que já estão no ar apenas dois dias depois do lançamento do programa.

Depois, o MPMG vai buscar a indisponibilidade desses endereços. Os suspeitos podem responder por invasão de dispositivo informático, estelionato e crimes contra a economia popular.

“Os cibercriminosos estão sempre atualizados, buscando o que tem de tendência, o que tem de notícia, de programa novo, para tentar iludir as vítimas e pegar a gente despreparado. Nesse caso do Desenrola Brasil, eles foram muito oportunistas e desenvolveram, com uma velocidade muito grande, tanto sites quanto anúncios nas redes sociais”, disse Ellovitch.

Atenção necessária

📌 Segundo o promotor, os interessados em renegociar dívidas por meio do Desenrola Brasil devem procurar os sites oficiais do governo federal e das instituições bancárias.

📌 É importante não clicar em links divulgados em redes sociais e enviados por aplicativos de conversa, além de desconfiar sempre.

“Desconfie especialmente de sites que oferecem vantagens excessivas, descontos muito grandes, a retirada da negativação em menos de 24 horas, são vários indicativos de fraude”, afirmou o promotor.

O Desenrola Brasil

O governo federal iniciou, na última segunda-feira (17), a primeira fase do Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas. Segundo dados de maio de 2023 da Serasa, o país tem 71,9 milhões de pessoas em situação de inadimplência.

📌 A primeira etapa inclui quem tem débitos com bancos e renda mensal bruta de até R$ 20 mil. Além disso, na segunda-feira, instituições bancárias começaram a “limpar o nome” de até 1,5 milhão de correntistas com dívidas de até R$ 100.

📌 A próxima etapa do programa, prevista para setembro, atenderá a população com renda de até R$ 2.640 (dois salários mínimos) ou inscrita no Cadastro Único do governo federal (CadÚnico). Poderão ser renegociadas dívidas de até R$ 5 mil.

📌 Segundo o governo federal, o atendimento do Desenrola será totalmente digital. Os devedores devem fazer login no gov.br.

📌 O objetivo do programa é que brasileiros endividados voltem a ter o “nome limpo” e possam, por exemplo, comprar a prazo, ter acesso a crédito, pedir empréstimos e fazer um contrato de aluguel.

  • Fonte: G1
VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
82% 75% 5m/s 150deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS