Divulgada a classificação final do V Concurso de Serviços Notariais e Registrais

O Tribunal de Justiça de MS realizou, na tarde desta quinta-feira, 27 de julho, no plenário do Tribunal Pleno, a sessão pública de proclamação e divulgação da classificação final do V Concurso Público para Outorga e Delegação de Serviços Notariais e Registrais do Estado de MS. 

Os trabalhos foram comandados pela Desa. Elizabete Anache, presidente da comissão do certame, e teve a participação do Des. Sérgio Fernandes Martins, presidente do TJMS. Iniciada a sessão, o magistrado esclareceu que a sessão solene destinava-se à proclamação de divulgação da classificação final do V Concurso Público para Outorga e Delegação de Serviços Notariais e Registrais de MS, reafirmando seu agradecimento para a desembargadora, que aceitou a incumbência de presidir o certame.

“Mato Grosso do Sul está de parabéns porque, como sabemos, existem estados brasileiros que sequer conseguiram realizar um concurso. O mais emblemático é Alagoas, que nunca teve um concurso. MS está caminhando bem e pretendemos continuar nessa linha, preocupando-nos em prover os locais que vierem a vagar ou as vagas que não forem preenchidas nesse concurso”, disse ele.

A Desa Elizabete Anache abriu a sessão pública com um breve histórico de todo o trabalho realizado até esta etapa do certame, informando que se tratava da divulgação da classificação final de 192 candidatos aprovados no V Concurso Público, dentre os quais 176 estão inscritos para ingresso por provimento, incluídas nesse total duas candidatas aprovadas para vagas reservadas a Pessoas com Deficiência (PcD), e 16 candidatos para o critério de remoção. Ressaltou a magistrada não haver candidatos classificados no critério de ingresso por remoção destinados a aprovados na condição de PcD.

Em sua explanação, a desembargadora explicou que seria transmitida no telão a listagem geral dos candidatos aprovados no ingresso por provimento em duas listas, contendo a primeira a classificação de todos os candidatos, inclusive as duas na condição de PcD, e a segunda lista com a classificação destas últimas. Após foi transmitida a lista com os nomes dos candidatos aprovados para o critério de ingresso por remoção.

Antes de encerrar a sessão pública, a desembargadora apontou que os candidatos terão prazo de cinco dias, a partir do dia 31 de julho, para propor pedido de revisão em face da classificação final do concurso à comissão organizadora. Os pedidos podem ser propostos por meio de link a ser disponibilizado no endereço eletrônico do Instituto Consulplan.

Presentes estavam ainda o juiz auxiliar da presidência do TJMS, Renato Antonio de Liberali; o juiz auxiliar da vice-presidência do TJMS, Fábio Possik Salamene; a juíza auxiliar da Corregedoria, Jacqueline Machado; o representenate do MP, procurador Edgar Roberto Lemos de Miranda, o representante dos Notários, Ely Ayache, além da juíza Simone Nakamatsu, que compôs a banca examinadora no biênio 2021/2023.

As portarias estão ainda disponibilizadas em anexo. 

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
23°C
100% 75% 4m/s 20deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS