Dourados não terá prejuízo com não ativação de radares e lombadas eletrônicos

Equipamentos instalados são de empresa terceirizada que foi contratada pelo Detran


event_available 31/07/2023 |
access_time 11:22 horas
Equipamentos foram instalados pelo Detran que agora deve optar pela destinação dos mesmos (Foto: Rodrigo Pirola/Prefeitura de Dourados)

A Prefeitura de Dourados optou pela não ativação dos radares e lombadas eletrônicos instalados em diversas ruas da cidade pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito). A decisão comunicada pelo prefeito Alan Guedes nesta segunda-feira (31), porém, não traz prejuízo financeiro aos cofres do município. As despesas referentes à instalação dos equipamentos são de responsabilidade do órgão estadual junto à empresa contratada para o serviço. 

Nos últimos meses, foram instalados 41 equipamentos e a previsão de funcionamento, depois de um mês de período educativo, era o último dia 25 de julho. Porém, um dia antes, o Detran comunicou à Prefeitura que esse prazo não seria cumprido por atraso na ativação do sistema. Assim, o convênio entre o Detran e a Prefeitura de Dourados não chegou a ser assinado e concretizado. 

De acordo com Mariana de Souza Neto, diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), cabe ao Detran agora a destinação dos equipamentos. “Os sensores foram instalados pelo Detran, através de uma empresa contratada por eles. Com a decisão do prefeito Alan Guedes em suspender a ativação, cabe ao órgão manter os equipamentos nos locais até uma segunda ordem ou retirá-los”, explica. 

Sem a ativação dos radares, a Agetran deve intensificar ações educativas com intuito de diminuir acidentes e melhorar a relação entre motoristas e pedestres no trânsito de Dourados. Serão instalados redutores físicos padronizados de acordo com a legislação, equipamentos já adquiridos e intensificar o posicionamento estratégico das equipes de segurança viária, com intervenções nos cruzamentos onde há o maior índice de sinistros de trânsito. 

“Vamos aumentar a fiscalização em parceria com a Guarda Municipal, inclusive com a utilização dos conhecidos bafômetros. A maioria dos acidentes acontece por desatenção ou irresponsabilidade do condutor e trabalharemos ainda mais para reduzir esse triste índice”, completa Mariana.

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
28°C
34% 0% 4m/s 10deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS