Em Stanford, Riedel avisa que trará a MS “série de possibilidades”

Governador não esconde entusiasmo em conviver com especialistas e conhecer projetos que podem mudar MS

Há dois dias participando de um curso de formação voltado para a economia verde, o governador Eduardo Riedel (PSDB) parece muito animado com as descobertas e inovações que pode trazer e implementar em Mato Grosso do Sul. Fala empolgado sobre muitos assuntos e destaca os avanços  com a experiência na Universidade de Stanford, da Califórnia (EUA).

“O ambiente é de inovação e de conhecimento. Eu não tenho dúvidas que vamos levar para o Mato Grosso do Sul uma série de possibilidades”, destacou Riedel. Ele voltou aos bancos da universidade, ao lado dos governadores Eduardo Leite (Rio Grande do Sul) e Helder Barbalho (Pará), e tem inclusive dormido em um alojamento estudantil simples, dentro da instituição.

Os  participantes tiveram aulas como “Resolução de Problemas de Políticas Públicas”, com o cientista político Francis Fukuyama, “Parcerias Público-Privadas”, com o professor e pesquisador Michael Bennon, e “Mudança Climática e Democracia”, com professor e pesquisador sênior Steve Stedman.

Além das aulas teóricas, os gestores públicos também foram para aulas práticas. Eles discutiram o estudo de caso acerca da PPP (Parceria Público-Privada) do Centro Cívico de Long Beach.

O projeto visou reabilitar a infraestrutura municipal por meio de uma PPP de US$ 531 milhões, que incluiria uma nova Prefeitura, a sede do Porto de Long Beach e a biblioteca principal, e um Lincoln Park reconstruído, além dos edifícios residenciais e de varejo propostos.

Os participantes puderam conversar e apresentar possibilidades de escalabilidade; além de debaterem sobre diferentes maneiras que a cidade poderia ter aproveitado a captura do valor do terreno para este projeto; o planejamento e a aquisição da cidade.

“Muito denso o curso e com uma rede de relacionamento incrível. Valorizar o conhecimento e não o material ou forma”, afirmou Riedel.

Grupo de alunos do curso de formação é composto por governadores e secretários de Estado. (Foto: Divulgação)

O curso – Organizado pela Comunitas, o curso está na sua 3ª edição do programa de formação internacional voltado para lideranças dos setores público e privado. Ao todo serão cinco dias de aulas.

Além de Riedel, os também governadores Helder Barbalho, do Pará e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, participam da formação. Outros estados estão representados por secretários de meio ambiente.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
29°C
39% 0% 8m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS