Estudante de medicina é encontrada morta e Ivinhema decreta ponta facultativo

A estudante de medicina Camila Marcon Frésca foi encontrada morta na noite deste domingo (3) em uma residência na cidade de Presidente Prudente, no interior de São Paulo.

Sul-mato-grossense, a jovem era natural de Ivinhema. Ela era filha de dois servidores públicos municipais e dessa forma, a Prefeitura de Ivinhema decretou ponto facultativo nesta segunda-feira (4). Ficou decretado também que não haverá atendimento no Paço Municipal e na Secretaria de Agricultura.

O velório de Camila está acontecendo na Capela de Velório do Pax e seu sepultamento aconteceu nesta terça-feira (5). 

“É com tristeza e pesar que a Prefeitura de Ivinhema, em nome do Prefeito Juliano Ferro e da Vice-prefeita Angela Casarotti Cardoso, presta suas condolências aos familiares e amigos pelo falecimento da Senhorita Camila Marcon Frésca. A mesma é filha dos funcionários públicos Rosemeire Marcon Frésca e Adalberto Frésca. Que Deus conforte a família, amigos e colegas neste momento de dor, e que as boas lembranças sempre ilustrem nossos pensamentos”, diz a nota da prefeitura.

O deputado estadual Renato Câmara também usou as redes sociais para se solidarizar com a família de Camila. “Neste momento de profunda tristeza, nossos pensamentos e orações estão com vocês e suas famílias. Camila será lembrada com carinho e afeto por todos aqueles que tiveram a honra de conhecê-la. Compartilhamos sua dor e estamos ao lado de vocês”.

Centro de Valorização da Vida

Estudos mostram que um suicídio afeta ao menos seis pessoas que estavam ligadas à vítima. Se você estiver passando por problemas, procure ajuda. O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode ser acionado pelo telefone 188, que atende gratuitamente 24 horas, ou pelo site www.cvv.org.br.



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
24°C
38% 0% 5m/s 70deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS