Margot Robbie, Matt Damon e outros reagem à greve de atores nos EUA; entenda movimento

A greve começou à meia-noite de quinta-feira e afetará mais de 160 mil atores, atrizes e outros profissionais da indústria do entretenimento

O Screen Actors Guild-American Federation of Television and Radio Artists (SAG-AFTRA, Sindicato dos Atores e Federação Americana de Artistas de Televisão) entrou em greve na quinta-feira (13), após fracassarem as negociações com os grandes estúdios e serviços de streaming sobre um novo modelo de contrato. A greve começou à meia-noite de quinta-feira e afetará mais de 160 mil atores, atrizes e outros profissionais da indústria do entretenimento.

Os principais pontos de discórdia nas negociações incluem salários, benefícios e direitos de propriedade intelectual. Os estúdios querem reduzir os ganhos e benefícios dos atores, enquanto o SAG-AFTRA quer aumentar os salários e garantir que os artistas tenham mais controle sobre seus próprios trabalhos.

A greve deve ter um impacto significativo na indústria do entretenimento. Os filmes e programas de TV que estão atualmente em produção serão interrompidos, e os novos projetos não começarão a ser produzidos até que a greve seja encerrada. A greve também deve ter um impacto negativo nas bilheterias de cinema e nas receitas de televisão por assinatura.

O SAG-AFTRA espera que a greve dure apenas algumas semanas, mas é possível que dure mais tempo. Os estúdios dizem que estão preparados para uma greve de longo prazo e que não cederão às demandas do sindicato.

A greve é um momento difícil para a indústria do entretenimento, mas é também uma oportunidade para os atores e atrizes lutarem por melhores condições de trabalho. O resultado da greve terá um impacto significativo no futuro da indústria do entretenimento.

Atores e atrizes de peso em Hollywood falaram sobre o movimento.

Matt Damon disse que a greve afetará sua nova produtora, que ele começou com Ben Affleck. “Vai ser difícil para os atores, para 160 mil atores”, disse Damon. “Ninguém quer uma paralisação do trabalho, mas se nossa liderança está dizendo que o acordo não é justo, temos que nos segurar até chegarmos a um acordo que seja justo para os atores que trabalham.”

Já Margot Robbie disse que é “absolutamente” a favor da greve SAG-AFTRA. “Eu apoio totalmente todos os sindicatos e faço parte do SAG, então eu os apoiaria absolutamente”, disse ela.

Sheryl Lee Ralph, atriz de “Abbott Elementary”, que foi indicada ao Emmy na quarta-feira (12), mas ela disse ao The Hollywood Reporter que a notícia é agridoce.

“Estamos lutando por nossa arte”, disse Ralph. “Estamos lutando pelo que amamos e pelo que sabemos que as pessoas amam. Não somos grandes empresas milionárias. Não, somos pessoas e queremos aproveitar o que fazemos e ganhar a vida com isso. É disso que se trata.”

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
11°C
82% 100% 3m/s 150deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS