Ministério das Mulheres se reúne com indígenas de MS para debater feminicídio

As subsecretárias Cristiane Sant Anna e Pagu Fernandes visitaram aldeias em Ponta Porã, Amambai e Dourados

Nesta quinta-feira (29), representantes do Ministério das Mulheres, a pedido da ministra Aparecida Gonçalves, fizeram visitas em reservas indígenas de Amambai e Dourados. A proposta central do encontro foi promover uma Escuta Qualificada junto às mulheres indígenas, com foco no enfrentamento ao Feminicídio.

A primeira visita feita pelas representantes do Ministério das Mulheres, a Subsecretária de Estado de Políticas Públicas para Mulheres, Cristiane Sant Anna, e pela coordenadora Geral de Prevenção à Violência Contra a Mulher do Ministério, e Pagu Rodrigues, a primeira visitação ocorreu em Ponta Porã e Jateí, na quarta feira (28).

Na manhã de hoje, Cristiane e Pagu estiveram na reserva indígena de Amambai, em reunião ocorrida na Escola Estadual da Reserva Indígena Amambai. No período da tarde, ambas participaram de encontro em Dourados, a 233 km da Capital, na sede do MPF (Ministério Público Federal).

A membra da Kuñangue Aty Guasu, Grande Assembleia de Mulheres Kaiowá e Guarani, Jaqueline Kuña Aranduhá, também esteve presente na reunião e fez alguns relatos. “Hoje a nossa organização lançou um relatório, no qual denunciamos muitas das violências em nossos territórios contra as mulheres indígenas. Ele foi entregue a Pagu Rodrigues, Coordenadora Geral da violência contra as mulheres indígenas do Ministério das Mulheres”.

Segundo ela, a equipe do Ministério das Mulheres também esteve nos territórios Guarani Kaiowá para realizar escuta, levantamento e encaminhamento das situações de violência que têm ocorrido nesses locais.

Além de lideranças indígenas, também participou a coordenadora Especial das Políticas Públicas para Mulheres de Dourados, Andréia Bonito. “Neste momento, ouvir as reivindicações das mulheres indígenas de Dourados e retomadas é garantir um espaço de escuta às reivindicações, onde pode-se criar políticas públicas que atendam às especificidades das mulheres indígenas”, comenta.

O último encontro desta série ocorrerá na manhã de sexta-feira (30) e contará com a presença de lideranças indígenas das etnias Kadiwéu, Terena e Kinikinau. A reunião acontecerá em Campo Grande, no MIS (Museu da Imagem e do Som), situado na Avenida Fernando Correia da Costa, 559, 3º andar.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
30°C
37% 0% 9m/s 330deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS