Morto em confronto, 'XT PCC' ostentava carros e motos de luxo em Ribas

Fotos com carros de marcas caras, relógios e correntes de ouro. Esse é o resumo das rede sociais de Cícero Cariaga de Souza, 26 anos, apontado como líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Ribas do Rio Pardo. Ele foi morto em confronto com a Polícia Militar na madrugada deste sábado (2).

Conforme informações oficiais da PM, Cícero é conhecido como ‘XT PCC’ e atirou contra os agentes de segurança durante tentativa de abordagem. Na reação policial, ele acabou morto – versão que a família contesta.

Nas redes sociais, XT faz a onda do ‘a favela venceu’, com diversas postagens neste sentido. Sempre ladeado de veículos de luxo, de marcas como Jeep e Mercedes-Benz, além de uma gama variada de motos, inclusive da marca BMW.

Nos punhos, correntes e relógios de aparência cara. “Quem não faz acontece vê de perto acontecendo”, filosofa.

“XT PCC” tem extensa ficha criminal, com passagens por homicídios, diversas anotações por tráfico de drogas, lesão corporal dolosa, corrupção de menores, falsidade ideológica, receptação, furto, danos contra patrimônio público, ameaças, desobediências e direção perigosa.

O CONFRONTO

Conforme informações oficiais da PM, policiais faziam ronda pelas ruas do bairro São João quando encontraram Cícero, conhecido como ‘XT PCC’, de arma em punho. Os policiais então desceram da viatura e foram atrás do criminoso, que atirou contra as forças de segurança.

“Os policiais revidaram a injusta agressão efetuando disparos contra o autor, o qual foi alvejado por dois disparos dos policiais. Que a guarnição PM procedeu ao devido socorro do autor, o levando para o hospital, porém, instantes após dar entrada no hospital, o autor veio a óbito”, diz a nota da PM.



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
24°C
38% 0% 5m/s 70deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS