Mulher tentou salvar marido de assassinato, mas teve arma apontada por pistoleiro em Três Lagoas

A mulher de Alexandro da Cruz Farias, de 35 anos, morto com vários disparos na frente de sua casa na madrugada desta quinta-feira (14), teve a arma apontada pelo criminoso, quando tentou salvar o marido dos ferimentos. O caso aconteceu no Jardim Dourados, em Três Lagoas – a 326 quilômetros de Campo Grande.

Ela presenciou o fato em que o pistoleiro, encapuzado e chegando em uma motocicleta, atirou contra o homem diversas à queima-roupa. Nessa tentativa de salvar o marido, o suspeito apontou a arma e fez ela hesitar no socorro.

A mulher explicou para as autoridades, segundo o site Rádio Caçula, o criminoso seria um homem alto, moreno e cabelo arrepiado, fugindo logo após o crime na mesma motocicleta em que chegou ao local.

Ela só conseguiu as características, pois na tentativa de impedir a execução do esposo, ela teria conseguido arrancar a toca do atirador e visto o rosto do mesmo.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado para realizar o atendimento médico na vítima, mas ele não apresentava sinais vitais.

Alexandro tinha diversas passagens pela polícia por crimes como receptação, posse irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e homicídio. O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil e pelo SIG (Setor de Investigações Gerais).



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
24°C
73% 0% 2m/s 120deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS