Polícia Civil incinera quase sete toneladas de drogas apreendidas em MS

Operação coordenada pela Denar visa combate ao narcotráfico no Estado

Na sexta-feira (21), a Polícia Civil realizou operação para incineração de entorpecentes, coordenada pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), que resultou na queima de 6.906.610,00 quilos de maconha, 362.624,64 quilos de cocaína, 187,20 gramas de ecstasy e 99,73 micropontos de LSD.

Os entorpecentes são provenientes de apreensões realizadas por todas as forças de segurança do município, e a ação de incineração é prevista pela Lei de Drogas (Lei 11.343/06) como parte do processo de combate ao narcotráfico.

O ato contou com a presença de autoridades importantes, incluindo o delegado titular da Denar, Hoffman D’Avila Candido e Sousa, o adjunto, André Mendonça, e o delegado Roberto Guimarães, juntamente com toda a equipe da Delegacia Especializada.

Além dos representantes da Polícia Civil, estiveram presentes também o promotor de Justiça Estefano Rocha Rodrigues da Silva, peritos oficiais do Ialf (Instituto de Análises Laboratoriais Forenses) e fiscais da Vigilância Sanitária.

A operação também teve apoio da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e dos integrantes do GPI (Grupo de Pronta Intervenção), que prestaram auxílio logístico e garantiram a segurança das equipes durante todo o procedimento. O trabalho conjunto e a colaboração entre as forças de segurança demonstram a determinação das autoridades em combater o tráfico de drogas e promover a segurança da comunidade.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
25°C
78% 0% 3m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS