Prefeitura e hospitais assinam adesão à programa para reduzir filas de exames e cirurgias em Campo Grande

Campo Grande, 31/07/2023 às 16:37

A Prefeitura de Campo Grande formalizou nesta segunda-feira (31), junto aos representantes dos hospitais São Julião, Pênfigo e Santa Casa o termo aditivo para adesão ao Programa Mais Saúde e Menos Fila, iniciativa do Governo do Estado que prevê a ampliação do número de exames, consultas e cirurgias a serem ofertados à população. A expectativa é zerar até abril de 2024 a fila de alguns procedimentos eletivos, como cateterismo, ressonância e tomografia.

“Esse é mais um avanço da saúde de Campo Grande, contribuindo para diminuir as filas de cirurgias eletivas que cresceram muito durante a pandemia e até agora não havia sido possível realizar um esforço conjunto para atender a população”, afirma a prefeita Adriane Lopes, assegurando que essa soma de esforços e recursos vai trazer mais saúde e reduzir filas para os usuário do SUS.

Somente com os três hospitais, a previsão é ampliar a oferta em mais de 2 mil procedimentos por mês, entre consultas, cirurgias eletivas, além da realização de exames mais complexos e de alto custo, como cateterismos, ressonâncias magnética e tomografias, essenciais para o diagnóstico e prosseguimento do tratamento.

“Nossas equipes de saúde serão mobilizadas para dar suporte aos hospitais e efetuar os encaminhamentos em tempo mais curto possível a fim de que os resultados sejam concretos e rápidos”, assinala a prefeita.

Com a Santa Casa, por exemplo, serão ao menos 180 tomografias e ressonâncias e 140 cateterismos a mais por mês. Ao todo, o hospital deve oferecer 534 cirurgias e 360 exames.

No Hospital São Julião estão previstas 805 cirurgias e 100 exames por mês em diferentes especialidades, como oftalmologia, otorrinolaringologia, cirurgia reparadora e cirurgia geral. No Hospital do Pênfigo estão previstas 400 cirurgias ortopédicas por mês, entre outros procedimentos.

“Em nove meses vamos conseguir atender boa parte da demanda reprimida e dar fim a longa fila de espera por procedimentos através desta parceria. Os hospitais estão comprometidos a realizar uma força tarefa, com a implementação de terceiro turno e ações aos fins de semana, para assegurar o atendimento mais rápido possível aos pacientes que estão há meses aguardando”, complementa o secretário municipal de Saúde, Sandro Benites.

A reunião para assinatura dos aditivos contou com a presença do Superintendente Estadual do Ministério da Saúde em Mato Grosso do Sul, Ronaldo de Souza Costa, da Coordenadora do Conselho Municipal de Saúde, Cleonice Alves, superintendentes e coordenadores da Sesau, além de representantes dos três hospitais.

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
17°C
67% 75% 4m/s 180deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS