Prefeitura quer retomar obras de Ceinf abandonado até o final do ano

A construção passa por processo de reformulação, em seguida será aberta nova licitação

A Semed (Secretaria Municipal de Educação) afirma que estuda retorno de obras paradas. No fim da manhã desta sexta-feira (7), José Almeida, de 44 anos, entrou em contato com a reportagem para reclamar de um Ceinf (Centro de Educação Infantil) abandonado, no Jardim Talismã, que virou abrigo para dependentes químicos.

Por meio de nota, a secretaria de Educação informou que todas as obras paradas estão em processo de alinhamento para serem retomadas. Sobre a obra reclamada pelo empresário, foi dito que está passando por um processo de reformulação, para que só assim possam seguir para uma nova licitação. “O objetivo da prefeitura é que a obra seja retomada até o final de 2023”, diz trecho da nota.

Morando há mais de 22 anos no Bairro Jardim Talismã, José diz ter visto o início das obras que ocupam uma quadra inteira da Rua Serra de Maracaju e que estão abandonadas há mais de 16 anos. “Eles fizeram o respaldo e a cobertura, faltou o finalzinho. Agora, já roubaram janelas, madeiramento, telhas, fiação. Então assim 70% dela já estava concluída e agora tem que voltar, pelo tempo que está parado e exposto eu acho que nenhum engenheiro assina para continuidade da obra”, disse.

O local também está sendo utilizado como depósito de lixo e mesmo sendo limpo com frequência, somente nesta semana, amontoados de lixo já foram incendiados duas vezes. O empresário atribui os incêndios a moradores de rua e aos dependentes químicos que se abrigam no local.

Houve um aumento de furtos de fios de energia elétrica. José ainda relembra que sua casa teve os fios furtados na mesma noite em que o padrão de energia havia sido instalado.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
82% 100% 5m/s 160deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS