Projeto que auxilia na compra da casa própria cadastrou mais de 6,2 mil famílias em MS

O projeto Bônus Moradia, que faz parte do Programa MS Moradia do Governo do Estado e auxilia a população de Mato Grosso do Sul a adquirir a casa própria por meio de financiamento, já cadastrou 6.290 famílias.

A Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) apontou que 81 pessoas cadastradas solicitaram o subsídio do “Bônus Moradia” oferecido pelo Estado.

O projeto habitacional foi lançado há 20 dias pelo governador Eduardo Riedel e desde então contribuiu para aquecer o mercado de compra e venda de imóveis, auxiliando famílias que desejam financiar um imóvel.

“Verificamos que a demanda cresceu sim, pois as possibilidades de realizar o sonho da casa própria aumentaram, e isso faz com que os corretores de imóveis se tornem cada vez mais aptos ao atendimento a este setor, contribuindo assim para o fomento do mercado imobiliário”, disse Luciana de Almeida, que é corretora de imóveis desde 2007 e atual presidente do Sindimóveis MS (Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul).

A ação tem previsão de investimento de R$ 400 milhões, com contrapartida estadual de R$ 45 milhões. A previsão é de contratação, este ano, de 2.210 unidades com custo de até R$ 208 mil.

“Colocamos R$ 45 milhões do Tesouro nesta política de habitação. O Estado vai auxiliar e dar condições para estas famílias realizarem o sonho da casa própria”, afirmou o governador.

O “Bônus Moradia” vai beneficiar pessoas com renda familiar entre R$ 1,5 mil e R$ 6,5 mil, com subsídios que variam de R$ 6 mil a R$ 25 mil. O valor dos empreendimentos varia conforme a população municipal e as regras de financiamento que podem ser a partir de R$ 142 mil.

Em Campo Grande a estimativa é de que sejam oferecidas 770 moradias e 250 em Dourados, além de unidades habitacionais em outros 20 municípios do interior.

“Esse projeto tem o objetivo de facilitar a aquisição da casa própria, com a possibilidade de subsídios cumulativos, tanto estadual quanto federal, fazendo com que o valor de entrada fique dentro da realidade das famílias de baixa renda. Mas é preciso se atentar às exigências do programa para verificar se as famílias estão aptas a participar ou não, assim como as empresas cadastradas e empreendimentos imobiliários”, finalizou Luciana.

Cadastro

As famílias que buscam realizar o sonho da casa própria podem aderir ao projeto “Bônus Moradia”. Para fazer a inscrição é necessário acessar o site da Agehab, onde estão disponíveis todas as instruções e “passo a passo” para ser um dos beneficiados e uma lista de imóveis que fazem parte do projeto, com endereço e valor das residências. 

O projeto é uma parceria que tem a participação dos municípios e Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal.

O Bônus Moradia será concedido para imóveis localizados nas cidades de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Inocência, Aquidauana, Maracaju, Paranaíba, Amambai, Caarapó, Chapadão do Sul, Coxim, Rio Brilhante e São Gabriel do Oeste.

Os municípios contemplados são aqueles com mais de 30 mil habitantes, tendo como exceção Ribas do Rio Pardo e Inocência, que são municípios que estão recebendo grandes investimentos privados, em função da construção das fábricas de celulose da Suzano e Arauco.

Fonte: Agência de Notícias MS

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS

Fotos: Divulgação

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
14°C
82% 75% 5m/s 150deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS