Região de Maracaju é alvo de operação policial contra tráfico de drogas

Na tarde de ontem (02), equipes da Polícia Civil, com auxílio da Polícia Militar, em Maracaju, distante 160 quilômetros de Campo Grande, cumpriram mandados de busca e apreensão na região conhecida como “Poeirinha”, visando combate ao tráfico de drogas e receptação de produtos furtados.

Para a realização da operação foi necessário apoio de equipes das Delegacias de Polícia Civil de Dourados e Rio Brilhante, bem como de equipes do Batalhão da Polícia Militar de Maracaju e de Dourados, esta última composta pela guarnição de Motopatrulhamento do GETAM e pela equipe do Canil Policial.

A ação contou com aproximadamente 40 policiais, em razão do grande aumento da ocupação existente na região localizada atrás da estação ferroviária, local que atualmente é chamado de “Favelinha”, uma vez que foram construídos inúmeros barracos no local, todos de forma irregular, instalando-se ali traficantes de drogas, foragidos da justiça e, principalmente, usuários de crack e maconha, tornando-se uma verdadeira área para a livre compra e venda de drogas e produtos furtados dentro da cidade.

Os locais foram fiscalizados pelas equipes policiais, juntamente com cães farejadores, em ação de busca e apreensão em algumas residências, com autorização judicial, bem como abordagem para identificação e checagem policial. Foi feita uma varredura no local, visando combate ao crime.

Em muitos barracos foram encontrados cachimbos, papelotes e outros petrechos característicos do uso de drogas, bem como objetos de origem duvidosa. Vários suspeitos foram conduzidos até a delegacia para checagem da identidade.

A Polícia Civil informa que no primeiro semestre deste ano foram feitas várias apreensões de objetos de origem ilícita dentro da favela, como bicicletas furtadas, televisores, e até mesmo um veículo automotor, furtado na cidade de Fátima do Sul e posteriormente recuperado pela Polícia Civil naquele local, semanas atrás. Além da recuperação de objetos furtados, a Polícia Civil também já efetuou diversas prisões de traficantes que se utilizavam do local para venda e armazenamento de entorpecentes.

Vale ressaltar que as ações ostensivas na serão reforçadas e realizadas de forma reiterada, visando impedir o aumento de criminosos naquele local. As forças de segurança pública fazem um alerta à população maracajuense acerca da invasão desenfreada que ocorre na região popularmente conhecida como “Poeirinha”, bem como acerca das sérias consequências que essa ocupação acarreta para a segurança pública, cuja solução do problema seria a desocupação definitiva da área invadida de forma irregular.



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
34°C
43% 40% 4m/s 340deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS