Solimar Carneiro, fundadora do Geledés, morre em São Paulo

Ministra Anielle Franco emitiu nota de pesar

Morreu nesta quarta-feira (12), aos 66 anos de idade, Solimar Carneiro, fundadora e diretora do Geledés Instituto da Mulher Negra. A informação foi confirmada pelo instituto. O enterro foi realizado esta tarde, no Cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes (SP).

Solimar exerceu dois mandatos à frente do Geledés, entre os anos de 2003 e 2009, quando impulsionou os projetos Grio e Rappers, que consolidaram o hip hop como manifestação cultural e plataforma de expressão da juventude negra. Ela também foi grande defensora da inclusão de pessoas negras no mercado de trabalho, criando oportunidades por meio da promoção de cursos.

“A morte de Solimar Carneiro é uma perda irreparável para o movimento negro e o movimento de mulheres negras. Geledés Instituto da Mulher Negra e todos aqueles que tiveram o privilégio de trabalhar ao lado de Solimar Carneiro expressam profundo carinho por todos os momentos memoráveis que passaram com essa grande líder”, disse o instituto em nota.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, lamentou a morte de Solimar Carneiro. “Com muito pesar recebo a notícia do falecimento da nossa companheira de luta, Solimar Carneiro. Sua passagem por aqui mudou vidas e sua memória e luta seguem vivas em todas nós”.

Fonte: Agência Brasil

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
28°C
39% 0% 6m/s 80deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS