STJD aplica punição ao Vasco; São Januário ficará sem público por 30 dias

Além disso, clube não terá direito a ingressos para sua torcida nas partidas em que for visitante nesse período

O Vasco jogará em São Januário com os portões fechados pelos próximos 30 dias, decidiu o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta sexta-feira, dia seguinte à confusão ocorrida na partida da equipe contra o Goiás, pela 11ª rodada do Brasileirão.

Além disso, o Vasco não terá direito a ingressos para seus torcedores nas partidas em que for visitante nesse período. O efeito da punição passa a valer imediatamente. O clube já havia aberto a venda para o jogo contra o Cuiabá, na próxima segunda-feira, pela 12ª rodada.

O clube, portanto, não terá a presença de sua torcida em cinco jogos do Brasileirão. São eles:

  • Vasco x Cuiabá (26/06)
  • Botafogo x Vasco (02/07)
  • Vasco x Cruzeiro (08/07)
  • América Mineiro x Vasco (15/07)
  • Vasco x Athletico (21/07)

A decisão atende a um pedido da Procuradoria e é assinada pelo presidente do tribunal, José Perdiz.

 “A referida decisão se pauta na ordem Jurídica Desportiva, proporcionalidade e razoabilidade, tendo em vista que os fatos ocorridos na partida em questão são inaceitáveis perante a sociedade e ao Futebol Brasileiro. Toda e qualquer manifestação com uso de violência será devidamente repreendida e sancionada por este Tribunal”, argumentou ele.

São Januário teve cenas de quebra-quebra e muito tumulto depois da derrota do Vasco para o Goiás, nesta sexta. O carro de um dos auxiliares que trabalharam na partida foi apedrejado, por exemplo. A Polícia Militar registrou disparos de arma de fogo para conter a confusão.

*Gustavo Garcia, Marcelo Baltar e Tébaro Schmidt participaram da apuração.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
28°C
44% 0% 7m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS