Terror Cotidiano: Moradores do Jardim Noroeste vivem sob a sombra do medo devido à proximidade de presídio

Os moradores do bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande, vivenciam diariamente uma realidade assustadora que lhes provoca um profundo sentimento de medo. A proximidade do Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho” presídio de segurança máxima, se tornou uma sombra constante sobre suas vidas, transformando o que costumava ser um lar acolhedor em um ambiente de constante apreensão.

O medo permeia cada rua e esquina do bairro, a população que antes desfrutavam de um ambiente tranquilo e pacífico para criar suas famílias, agora se sentem encurralados por uma sensação avassaladora de insegurança. O simples ato de sair de casa para ir ao mercado ou levar as crianças à escola tornou-se uma tarefa hercúlea, repleta de ansiedade e temor.

Muitos desses habitantes não conseguem mais relaxar em seus lares, já que o eco das sirenes do presídio e a presença constante de veículos de segurança permeiam o ar. O medo se estende a todas as idades, pois até mesmo as crianças que antes brincavam despreocupadamente nas ruas agora são mantidas sob rigorosa vigilância. Mães e pais preocupados não permitem que seus filhos se aventurem além das portas de casa, privando-os da infância que merecem.

A situação atingiu um ponto em que a sensação de medo é uma constante na vida dos moradores do Jardim Noroeste. Eles não conseguem se sentir confortáveis em seu próprio bairro, vivendo sob a sombra de uma instituição penitenciária que deveria ser um símbolo de justiça e segurança, mas que, para eles, se transformou em um motivo de apreensão constante.

A esperança de que a situação possa ser melhorada persiste entre os moradores, mas, por enquanto, o medo continua a dominar suas vidas, privando-os de uma sensação de paz e tranquilidade que todos merecem em seu lar.

(*) A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
34°C
43% 40% 4m/s 340deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS