TJMS conquista a revalidação do ISO 9001:2015 e ISO 37001:2017

Na manhã desta sexta-feira, 28 de julho, no Salão Pantanal, foi realizada a reunião de encerramento da auditoria de manutenção das certificações ISO 9001:2015 e ISO 37001:2017. Como resultado do trabalho dos auditores, houve a recomendação para manutenção dos certificados. 

Ressalte-se que o TJMS é o primeiro no país a receber certificação ISO 9001 e ISO 37001 no 2º grau, em outubro de 2022. Desta vez, estiveram no TJMS o auditor Airton Mondadori Filho, da empresa QMS Certification e o consultor Mário Lúcio Paiva da empresa, da TNQ Consultoria, que foram acompanhados pela servidora Viviane de Pinho, gestora do Sistema de Gestão Integrado (SGI). 

O auditor foi encarregado de verificar a conformidade dos requisitos para a certificação, por isso, ficaram a semana toda visitando secretarias e gabinetes no Tribunal de Justiça. Durante a apresentação do relatório final, o auditor ressaltou que não foram encontradas não-conformidades e destacou como pontos positivos a visão estratégica e o apoio às atividades do SGI pela atual administração; a estruturação e a gestão do SGI; a sistemática de gestão de mudanças; a organização das atividades dos processos (ISO) e a conscientização quanto às políticas do SGI.

Em uma fala concisa, o presidente do TJMS, Des. Sérgio Fernandes Martins, ressaltou a importância da presença dos auditores para os levantamentos no sentido de revalidar os certificados ISO e do trabalho realizado pela equipe. “Agradeço especialmente à equipe que veio proceder e realizar a auditoria integrada e estendo os agradecimentos aos nossos servidores, que mantiveram a qualidade do trabalho, nos possibilitando a manutenção das certificações”, disse o desembargador.

Convidado a estar no encontro, o Des. Carlos Eduardo Contar, que presidia o Poder Judiciário na gestão em que o TJMS obteve as duas importantes certificações, parabenizou o Des. Sérgio por dar seguimento a esta reavaliação periódica necessária para que o Tribunal de Justiça de MS tenha certificação renovada.

“O serviço público normalmente é visto como serviço mal prestado e o TJMS tem a garantia e a segurança no tocante a gestão da qualidade e do antissuborno. Isso tem sido copiado por outros tribunais, que nos procuraram como o mesmo propósito. Cumprimento nosso presidente pela continuidade, de extrema valia não só para o público interno, quanto para o público externo. O TJMS é um órgão público devidamente qualificado, com gestão segura e efetivamente de qualidade e gestão transparente, que garante a não corrupção ou, pelo menos, tenta de alguma forma coibir algum ato impróprio”, afirmou o Des. Contar. 

Participaram da reunião, além dos auditores e do presidente do TJMS, o juiz auxiliar da presidência Renato Liberali; a diretora-geral Kele Cristina Leite de Melo, e diversos diretores de Secretarias. 

Entenda – A International Standardization Organization (ISO) é uma organização internacional independente e não governamental, fundada em 1946 e sediada em Genebra, na Suíça, que reúne especialistas para compartilhar conhecimentos e desenvolver padrões internacionais com especificações de classe mundial para produtos, serviços e sistemas, com o objetivo de garantir qualidade, segurança e eficiência relevantes para o mercado, às empresas e organizações públicas e privadas. Sempre com o foco na inovação, oferecem soluções para os desafios globais.

A ISO já publicou mais de 22 mil padrões internacionais, de uso mundial, abrangendo quase todas as indústrias, desde tecnologia até segurança alimentar, agricultura e cuidados de saúde. Dentre todos os padrões, destaca-se a Norma ISO 9001:2015, hoje a norma com o maior número de organizações certificadas em todo o mundo, por ser aplicável a todo tipo de organizações públicas e privadas, indústria, comércio e serviços.

Esta é a norma base para o estabelecimento do Sistema de Gestão da Qualidade. Para obter esta certificação, todas as atividades da instituição devem ser pautadas em um padrão de qualidade e assim, como resultado, haverá serviços com características superiores.

A norma tem como objetivo a implantação de um sistema de gestão da qualidade propiciando a melhoria dos processos da organização e, consequentemente, aumentar a satisfação de seus serviços oferecidos.

A ISO 37001:2017 tem por objetivo apoiar as organizações a combater o suborno, a partir de uma cultura de integridade, transparência e conformidade com as leis vigentes, com o auxílio de requisitos, políticas, procedimentos e controles adequados para lidar com os riscos de suborno. Esta certificação pode não garantir a erradicação do suborno, mas auxilia as organizações a implementarem medidas eficazes para preveni-lo.

A certificação nessa norma ajuda a organização a evitar ou a mitigar os custos, riscos e danos de envolvimento com suborno, promover a confiança e melhorar a sua reputação. O atendimento à ISO 37001 é uma demonstração de que a organização está comprometida em adotar controles eficazes, pautados em padrões internacionais, para combater o suborno em todas as suas formas.

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
28°C
44% 0% 7m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS