Trabalho desenvolvido em Campo Grande vence prêmio no maior congresso de saúde da américa latina

Campo Grande está entre as cidades vencedoras da 18ª Mostra Brasil, aqui tem SUS, na categoria documentário, com o trabalho “Pós-pandemia – do ACS as médico, criação da escala potencial de adoecimento familiar”, feito pelo médico Túlio Tadeu Morais Dias, da USF Maria Aparecida Pedrossian (MAPE). A premiação aconteceu no encerramento do XXXVII Congresso do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), realizado de 16 a 19 de julho em Goiânia (GO).

“Estar na Mostra nacional com 535 trabalhos já foi um privilégio. Estávamos muito bem representados por todos os trabalhos do nosso Estado. Apresentamos como um time, a qualidade que desenvolvemos a saúde do SUS em nosso Estado. E a premiação foi uma alegria imensurável do trabalho que executamos todos os dias”, destaca Túlio.

Conforme o médico, o trabalho apresentado consistiu na criação de uma nova classificação, sendo possível a melhora nos indicadores, estabelecimento de prioridades no atendimento individual, com objetivo de levar saúde de qualidade para a população (promoção e prevenção), em uma escala simples e de fácil aplicabilidade.“Eu percebi que o grupo que mais frequentava a unidade de saúde não era o grupo que tinha escala de Coelho –Savassi (instrumento que auxilia na avaliação do risco de vulnerabilidade familiar) elevada, assim criamos uma nova classificação e tivemos resultado positivo”, disse.

A cidade de Corumbá foi ganhadora da Região Centro-Oeste na Oficina ImunizaSUS. Luciana Ambrósio, Coordenadora da Imunização, apresentou o trabalho feito em 2022 durante a vacinação em massa contra a Covid-19, na fronteira Brasil/Bolívia.

“Levamos para o Brasil como foi realizado o trabalho da vacinação em massa. Temos inúmeras especificidades, como a fronteira, população ribeirinha e difícil acesso, e ainda uma extensão territorial muito significativa. Mas em 7 dias, graças ao trabalho de uma equipe muito comprometida, o apoio de vários entes, conseguimos executar o trabalho de vacinação em massa, em um momento tão delicado de escassez vacinal, com altas taxas de letalidade e de um movimento que colocaria em dúvida a eficácia da vacina”.

A Presidente do COSEMS/MS e Secretária de Saúde de Vicentina, Josiane de Oliveira conta que Mato Grosso do Sul participou com uma delegação com mais de 80 pessoas. “Estávamos muito bem representados por trabalhos que desenvolvemos aqui, foram dias de muito aprendizado e de troca experiências. Parabéns aos vencedores e a todos os profissionais que fazem um SUS que dá certo”.

O Congresso reuniu mais de 11 mil pessoas. Na Mostra, Brasil aqui tem SUS foram apresentadas mais de 535 mil exitosas de todo o país.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
29°C
45% 0% 6m/s 350deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS