Twitter ameaça processar Meta após lançamento do Threads

Empresa afirma que big tech contratou ex-funcionários para roubar “segredos comerciais” da plataforma e criar novo aplicativo

O Twitter ameaçou processar a Meta por contratar ex-funcionários da empresa para criar o novo aplicativo Threads. De acordo com a rede social, a empresa de Mark Zuckerberg teria roubado “segredos comerciais” da plataforma por meio desses trablhadores.

Em e-mail enviado ao CEO da Meta, a empresa afirma que o bilionário se apropriou de ex-funcionários que “tinham e continuam tendo acesso aos segredos comerciais” do Twitter.
No texto, o advogado de defesa da empresa afirma que as informações foram usadas pelos ex-colaboradores para “acelerar o desenvolvimento do aplicativo concorrente, violando as leis estaduais e federais, bem como as obrigações contínuas desses funcionários com Twitter”. Eis a íntegra do documento (293 Kb, em inglês).

Ainda no e-mail, a empresa afirmou que o “Twitter reserva todos os direitos, incluindo, mas não limitando, ao direito de buscar recursos civis e medidas cautelares sem aviso prévio para evitar qualquer retenção, divulgação ou uso de sua propriedade intelectual ”. A Meta ainda não se pronunciou sobre o caso.

O Threads é um aplicativo semelhante ao Twitter e desenvolvido pela Meta. Foi lançado na 4ª feira (5.jun) e já ultrapassou 30 milhões de usuários. A rede social é vinculada ao Instagram, não sendo possível criar uma conta sem estar inscrito no aplicativo de fotos, e já está disponível em mais de 100 países para sistemas operacionais Android e iOS.

O lançamento do aplicativo representa uma ameaça à plataforma de Elon Musk. Desde que o Twitter foi comprado pelo bilionário por US$ 44 bilhões, muitos usuários se mostraram frustrados por conta da introdução de um serviço premium de US$ 8 por mês, com alguns recursos que antes eram gratuitos, como a verificação de contas e, agora, a implementação de um limite diário de leitura de 1.000 posts.

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
25°C
44% 0% 3m/s 30deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS