Vacinação contra raiva é expandida pela prefeitura e chega a animais da zona rural

A vacinação contra a raiva está sendo expandida pela Prefeitura de Campo Grande e agora tem como alvos os cães e gatos de sítios, chácaras, fazendas e assentamentos localizados na zona rural. A ação é coordenada pela Coordenadoria de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde.

Iniciada em julho, a campanha de vacinação procura proteger os animais contra a raiva, uma doença grave e fatal. A aplicação da vacina também acontece em diversos bairros da cidade e a meta da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) é imunizar 80% da população animal, estimada em 287.768 cães e gatos, mantendo assim o controle da doença em Campo Grande.

O trabalho começou pelo Bairro Nova Lima e percorrerá as sete regiões urbanas e distritos do município, seguindo um cronograma pré-estabelecido.  Até o momento, 11 bairros já receberam a ação: Coronel Antonino, Nova Lima, José Abrão, Seminário, Mato do Segredo, Amambaí, Monte Castelo, Planalto, Vila Sobrinho, Panamá e Vila Popular.

Paralelamente também será realizado o novo censo para contabilizar o número de animais na Capital. As equipes trabalharão realizando a contagem e vacina concomitantemente.

Para receber a vacina o cão ou gato deve ter no mínimo três meses e estar saudável. Não há outras contraindicações à vacina antirrábica, inclusive ela é a única vacina obrigatória, conforme estabelecido em lei.

Caso o tutor não esteja em casa no momento em que a equipe estiver no bairro, será deixado um comunicado para que o tutor leve o animal ao CCZ para a aplicação da vacina antirrábica. O órgão funciona aos sábados, domingos e feriados, das 07h às 21h (segunda a sexta) e das 06h às 22h (sábados, domingos e feriados).
 



Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
24°C
38% 0% 5m/s 70deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS