Vacinação itinerante facilita o acesso da população e contribui para ampliar a cobertura vacinal

Campo Grande, 26/07/2023 às 10:00

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), tem intensificado a busca ativa como estratégia para garantir o acesso e aumentar a cobertura vacinal. O trabalho é realizado em locais com grande circulação e concentração de pessoas.

Nesta quarta-feira (26), a vacinação itinerante acontece, das 8h às 11h e das 13h às 16h, no Centro de Especialidades Médicas (CEM),  localizado na Travessa  Guia Lopes, 71 – São Francisco ,  em parceria com a Escola Padrão. No local passam diariamente mais de 1 mil pessoas.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Sandro Benites,  através da busca ativa é possível garantir que todos tenham acesso igualitário às vacinas e que as coberturas vacinais sejam alcançadas, fortalecendo assim a proteção individual e coletiva.

“Reforçamos que, vacinando, além de se proteger, você protege o seu próximo, contribuindo com toda a comunidade. A vacina da gripe é a ferramenta mais eficiente para prevenir complicações graves e o agravamento da doença. Ela protege contra as cepas mais comuns do vírus influenza, reduzindo o risco de pneumonia, internações hospitalares e óbitos”, destaca.

O trabalho de busca ativa vem sendo realizado desde o mês de junho, após o término da campanha. Durante pouco mais de um mês, as equipes da Sesau percorreram dezenas de escolas municipais, instituições públicas e privadas, shoppings e supermercados. Nestas ações, mais de 4 mil pessoas já foram vacinadas.

Em Campo Grande, a vacina contra a gripe está liberada para todas as pessoas maiores de seis meses. Oficialmente, a campanha nacional de imunização contra a doença terminou no dia 31 de maio.

Durante a semana, a vacinação contra a gripe está disponível durante todo o dia nas mais de 70 unidades básicas e de saúde da família (UBSs e USFs) espalhadas pelas sete regiões urbanas e distritos do município. As unidades também disponibilizam a vacina contra a Covid-19 e as pertencentes ao calendário de rotina.

De acordo com dados do serviço de imunização da Sesau, até o momento, pouco mais de 116 mil pessoas pertencentes aos públicos prioritários foram vacinadas em Campo Grande, o equivalente a 45% de cobertura. Os idosos com mais de 60 anos são os que mais compareceram às unidades. Foram 70,4 mil vacinados, de um público estimado de 134 mil, tendo uma cobertura de 52,28%. Todos os demais públicos estão abaixo dos 50% de cobertura.

 

Doença

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza, que é transmitida através do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar e também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz. A gripe provoca febre, dores no corpo e mal-estar. Quem perceber esses sintomas deve procurar um posto de saúde.

 

Prevenção – Cuidados simples ajudam na prevenção contra a Gripe

Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas;

Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis. Evite tocar a boca e o nariz. Melhore a circulação de ar abrindo as janelas. Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.

Mantenha hábitos saudáveis: coma e durma bem, além de fazer exercícios físicos regulares.

 

Vacinação Covid-19

A vacinação contra a Covid-19 também continua sendo realizada em Campo Grande. A dose da vacina bivalente contra a Covid-19 está liberada toda a população acima de 18 anos, pessoas com comorbidades e que que tenham 12 anos ou mais, grávidas e as puérperas que deram à luz há até 45 dias, trabalhadores da saúde, população com 60 anos ou mais, indígenas aldeados e quilombolas a partir dos 12 anos de idade, para isso é necessário o esquema vacinal completo e a última dose ter sido aplicada há pelo menos quatro meses.

O reforço também está disponível para quem finalizou o esquema primário e tem pelo menos 12 anos de idade. E quem tem 18 anos ou mais e completou o mesmo período após receber o primeiro reforço, já está apto para o segundo.

Crianças a partir de seis meses se enquadram para iniciar o esquema vacinal. Aquelas que iniciaram o esquema com a Pfizer baby devem receber a segunda dose após um intervalo de quatro semanas e a terceira após oito semanas da dose anterior.

Durante a semana, mais de 50 pontos espalhados pelas sete regiões da cidade disponibilizam o imunizante. Os locais e públicos podem ser conferidos no site http://www.campogrande.ms.gov.br/sesau/vacinacg

Fonte

VÍDEO
PUBLICIDADE
COLUNISTAS
PREVISÃO DO TEMPO
Campo Grande
21°C
46% 0% 5m/s 70deg
PUBLICIDADE​
APOIO
ÚLTIMAS